quarta-feira, 7 de fevereiro de 2007

Trio noturno



A casa range.
Tristezas me esfolam.
Você se revira na cama.

Eu derrubo palavras.
A casa suspira.
Você prende a respiração.

Janelas exalam.
Você se acomoda nos seus ossos.
Eu arranco de mim mesma

um magro verso.


2 comentários:

Graça Carpes disse...

Que maravilha te ler, menina.
:)

un dress disse...

sem palavras...minhas.

um assombro!

~~