terça-feira, 20 de fevereiro de 2007

Manga



Quanta pesada espera, mangas
Murchando na mangueira.
Chão dói, é menina
Mas dependurada no tempo
A vida se esvai.
Cai, menina, cai.


4 comentários:

Alessandra Espínola disse...

Tenho me emocionado bastante lendo seus versos, tocam profundo minha alma. Um beijo!

Ricardo disse...

eu também... :-)

ETC disse...

É o tempo... no seu tempo, no seu andamento. Palavras muito bonitas, Lavínia! Aprecie o tempo, como a uma manga!
Abraço!

Lavinia Saad disse...

AE, RR, ETC:

Uma visita sua eh um copo d'agua fresca.

Bjs

LS