sexta-feira, 14 de setembro de 2007

No aniversario do Descobrimento



Coroam este ceu de noite
Outrora tao sereno

Cinquenta margaridas de polvora.
Ai esquecimento, ai limpido veneno--

Quanta flor plantada
Em tumba errada.



1997

4 comentários:

un dress disse...

negra flor embetunada

~pi disse...

...quanta flor sem asa...






beijO :)

alessandra disse...

e nem se vê quem oferecem as flores! Beijo grande!

Luis Eduardo disse...

Esse blog é maravilhoso!!Virei fã com certeza.