sexta-feira, 14 de setembro de 2007

A prosa-poema



A prosa-poema e o maior dilema
Da literatura contemporanea.
Ninguem conseque solucionar o tal problema.
Intelectuais e beletristas se abatem
Para alcancar uma definicao.
Chovem saraivadas de tiros
No Pequeno Trianon.
Vez ou outra despenca da varanda
Algum fardado Imortal.
Comparecem todos ao Funeral.
Laureiam entao o ilustre sucessor
E retornam suando ao terrivel tema
Desta tal prosa-poema.



1997

Um comentário:

alessandra disse...

Maravilha! Tá aí o poema na sua prosa e vice versa, é só ver o verso, aí tem prosa...rs...