segunda-feira, 9 de julho de 2012

F.F.


Tal qual dentes-de-leite
Rompendo a tenra barreira

Palavras, pulsando,
Exigem nascer.

Passo a ponta da língua
Pela dor-prazer.

Me é impossível--
impossível--
Não escrever.

Um comentário:

ACADEMIA MACHADENSE DE LETRAS disse...

Blog da Academia Machadense de Letras
http://academiamachadense.blogspot.com.br/

VENHA FAZER PARTE DO GRUPO DA ACADEMIA MACHADENSE DE LETRAS (FACEBOOK). PUBLIQUE SEUS POEMAS, CONTOS, CRÔNICAS, FOTOGRAFIAS, SUGESTÕES DE LIVROS, PEÇAS DE TEATRO, FILMES...TODO CONTEÚDO CULTURA.
ACESSE O LINK E CLIQUE NA OPÇÃO (SEGUIR/PARTICIPAR DO GRUPO). DEPOIS É SÓ PUBLICAR SEUS TEXTOS COM OU SEM FOTOS.
https://www.facebook.com/groups/149884331847903/

Acesse o blog:
HTTP://www.fanzineepisodiocultural.blogspot.com